Menu fechado

BEXIGA HIPERATIVA: JÁ OUVIU FALAR?

Image by jcomp on Freepik

A frequência urinária é uma dos grande problemas relacionados a bexiga. Representa um grande problema do ponto de vista social pois muitas vezes impede o indivíduo de manter suas atividades diárias com eficiência, além do risco de contrair outras doenças como por exemplo, a infecção urinária recorrente.

Essa é uma questão que afeta homens e mulheres e se caracteriza por muitas idas ao banheiro, ás vezes a cada 30-40 minutos, inclusive a noite. Normalmente o paciente sente uma vontade imperiosa de ir ao banheiro, chamado urgência miccional, que pode culminar até com perdas nas roupas íntimas, a depender da situação que o paciente se encontra.

Nos homens é preciso excluir o crescimento prostático como o causador dessa condição enquanto nas mulheres o diagnóstico é mais simples e normalmente decorrente de alterações decorrente em um mal funcionamento da bexiga: pequenos volumes de urina são interpretados de maneira equivocada e disparam uma vontade de urinar, difícil de ser abortada.

Em alguns casos mais raros, existem uma condição denominada cistite intersticial, que se caracteriza por frequência miccional elevada associada a dor em baixo ventre, decorrente de um processo inflamatório vesical, que merece uma abordagem diferenciada.

De qualquer forma, existem tratamentos efetivos e seguros para abrandar e normalizar a função da bexiga, permitindo que a pessoa retome suas funções diárias e tenha uma vida mais próxima do normal.

Procure seu urologista caso voce tenha esse tipo de problema. Você não precisa ser refém da sua bexiga!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *