Menu fechado

USO DE ANABOLIZANTES E RECUPERAÇÃO DO EIXO

Esteróides

O uso de esteróides (EAA) ou testosterona exógena leva a inibição do LH e FSH pela hipófise, que são sinalizadores para a produção de testosterona endógena e da espermatogênese pelos testículos. Quando isso ocorre, esse órgão para de produzir testosterona e com isso a fertilidade do paciente pode ir a zero, bem como seus níveis hormonais, que diminuem drasticamente.

O foco da recuperação do eixo é normalizar a produção de LH e FSH para que o testículo volte a produzir sua própria testosterona, restaurando suas funções. Isso, em geral, demanda de 3 a 6 meses, podendo se estender até 2 anos; em situações extremas pode não haver recuperação total.

Existem muitas estratégias medicamentosas para restaurar o eixo, com drogas isoladas ou em combinação e com doses variáveis, que precisam ser individualizadas a cada paciente. Procure seu urologista / andrologista para conversar a respeito e nunca faça nenhum tratamento sem a devida orientação médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.